Plantar Cevada: grão para fabricação de cerveja ou pão

Plantar Cevada

A planta da cevada é uma tradição de longa data entre os produtores de grãos. Exploramos essa útil cultura comestível e como plantar cevada você mesmo!

PLANTAR CEVADA

A cevada é uma planta que não recebe muita atenção, mas vale a pena dedicar algum tempo para aprender sobre essa planta anual de primavera. Ela pode não ser tão popular quanto outros grãos pequenos, como trigo, arroz, centeio, aveia ou milho, mas, ainda assim, é importante.

Conhecida como o outro grão de cereal, ela é cultivada há milhares de anos e é cultivada em áreas que, de outra forma, não suportariam o cultivo de alimentos. Também é uma importante fonte de ração animal e muitos fabricantes de cerveja estão cultivando sua própria cevada para malte em busca da cerveja perfeita.

Cada cabeça de cevada (Hordeum vulgare) produz de 20 a 60 grãos, o que faz com que até mesmo um pequeno campo de cevada seja produtivo para o jardineiro doméstico. A cevada contém 8 aminoácidos essenciais e uma série de outras vitaminas e minerais. Além disso, um ensopado de carne não seria tão saboroso ou satisfatório sem a adição de cevada à mistura.

Ao continuar a ler este artigo, descreveremos mais sobre esse grão fascinante e, quando você perceber como é fácil cultivá-lo, certamente se sentirá inspirado a cultivá-lo em sua própria horta.

GUIA DE CUIDADOS RÁPIDOS

CUTIVO DE CEVADA

Nomes comuns: Cevada
Nome científico: Hordeum vulgare
Dias para a colheita: 70-90 dias
Luz: Sol pleno
Água: Mantenha o solo levemente úmido
Solo: Solo argiloso e bem drenado
Fertilizante: Uma pequena quantidade de nitrogênio em solo pobre
Pragas: Vermes de corte
Doenças: Ferrugem da folha

Tudo sobre cevada

CULTIVAR CEVADA

A cevada é um membro da família das gramíneas com o nome botânico de Hordeum vulgare. É uma planta anual de primavera e um ancestral da cevada selvagem, Hordeum spontaneum. A produção de cevada é uma cultura importante em todo o mundo e uma das mais antigas. Há evidências de que ela foi domesticada há pelo menos 10.000 anos no sudoeste da Ásia.

A cevada cresce como uma grama ereta com 1 a 6 hastes e espiguetas em cada cabeça. Há ramos laterais independentes chamados de perfilhos em cada planta. Cada perfilho tem o potencial de amadurecer em uma cabeça com sementes, portanto, quanto mais perfilhos a planta produzir, maior será o rendimento da safra.

O fornecimento de bastante nitrogênio para a cevada em crescimento ajudará a aumentar o número de perfilhos produzidos. À medida que a planta de cevada amadurece, ela passa de verde brilhante para marrom claro e as espiguetas produzem o grão comestível. Cada cabeça florida contém partes masculinas e femininas, o que permite a autopolinização.

Em comparação com outros grãos, como trigo e centeio, as plantas de cevada toleram uma variedade de climas e se desenvolvem em muitas condições. Portanto, é uma importante cultura alimentar em áreas onde outros grãos não crescem. Ela é mais conhecida por seu uso como ração animal e a cevada para malte produz cerveja e uísque.

A cevada plantada no outono pode ser cultivada como cultura de cobertura para evitar a erosão, deter as ervas daninhas e fornecer nutrientes valiosos ao solo, e muitos a cultivam como verduras doces e tenras, também conhecidas como grama de cevada, que podem ser consumidas por humanos, cães e gatos para um aumento nutricional adicional. Depois que as sementes são removidas, os talos secos são usados como palha para o controle de algas em lagoas e lagos.

Tipos de cevada

Existem centenas de variedades de sementes de cevada no mercado atualmente. Você ouvirá com frequência o termo cevada de duas e seis fileiras. Quando você vê uma cabeça de cevada de cima para baixo, a cevada de duas fileiras tem duas fileiras de grãos, enquanto as cevadas de seis fileiras têm seis fileiras de grãos – isso se refere à disposição das sementes ao longo do talo.

A cevada de duas fileiras é preferida para a fabricação de cerveja, pois produz um sabor mais encorpado e rendimentos mais altos devido ao menor teor de enzimas e proteínas e ao maior teor de amido. A cevada de seis fileiras é mais rica em proteínas e carboidratos, o que a torna um bom produto alimentício.

Duas cultivares populares são a Robust Barley, de seis fileiras, porque ela é de alto rendimento, com grãos gordos, e é resistente à mancha do caule e à ferrugem do caule. A Pinnacle é uma variedade de duas fileiras que amadurece um pouco mais tarde, mas tem alta produtividade, grãos grandes e caules fortes.

Plantar cevada

A cevada prefere clima mais frio e se desenvolve bem quando plantada na primavera ou no inverno. Você não precisa de muitos acres para cultivar esse grão nutritivo. Por exemplo, 200 pés quadrados podem fornecer até 40 libras de cevada após a colheita.

Plante a cevada (Hordeum vulgare) em um solo bem drenado, seja no solo, em canteiros elevados ou em recipientes grandes. No entanto, talvez não seja possível obter uma grande colheita apenas com o uso de recipientes. Com o plantio apertado, é possível obter até 25 plantas por pé quadrado. A taxa de semeadura recomendada é de 95 a 120 libras por acre.

A cevada precisa de sol pleno e umidade regular, embora não cresça bem se o solo estiver encharcado. Plante as sementes quando a terra estiver trabalhável na primavera e mantenha o solo úmido até a germinação. A cevada se desenvolve melhor em ambientes mais frios e você pode escolher variedades com melhor desempenho para a época do ano em que planeja plantar.

CUIDADOS

PLANTAÇÃO DE CEVADA

Cuidar de sua própria cevada é um processo fácil. Esta seção aborda os requisitos para cultivar esse grão e como obter os melhores resultados.

Sol e temperatura

A cevada requer sol pleno para crescer adequadamente, ou seja, pelo menos 6 horas por dia. Você pode encontrar uma variedade que cresça bem em seu clima e na época do ano em que será plantada.

A temperatura ideal para o cultivo da cevada é de 13ºC, mas isso também depende da variedade que você decidir cultivar. No entanto, é uma cultura de estação fria e você terá melhores rendimentos em áreas mais quentes se plantá-la no início da primavera ou no outono.

A cevada plantada na primavera precisa ser colhida antes da primeira geada para evitar danos às cabeças das sementes. Nos climas do sul, a cevada de inverno é bem adaptada para sobreviver ao frio, embora não seja tão resistente quanto o trigo e o centeio de inverno. Nos lugares mais quentes, a cevada se desenvolverá bem quando plantada entre abril e agosto, antes que as temperaturas subam acima de 29ºC.

Água e umidade

Mantenha as sementes úmidas até que tenham germinado e, em seguida, regue para manter o solo levemente úmido. A quantidade de água necessária dependerá da temperatura e da umidade do ar. Temperaturas mais quentes exigirão irrigação frequente. Quando as temperaturas caírem, a necessidade de água também diminuirá, pois a cevada não gosta de ficar encharcada.

As plantas de cevada podem ser regadas com qualquer tipo de irrigação. A maioria dos agricultores acha que os aspersores são mais fáceis com culturas maiores, embora isso aumente a probabilidade de doenças fúngicas.

Solo

O solo ideal para os grãos de cevada é bem drenado e argiloso, com uma faixa de pH de 6,0 a 6,5. De todos os grãos de cereais, ela é a mais tolerante a solos alcalinos, o que a torna tolerante ao sal, à seca e uma boa opção para ser colocada em campos sobrecarregados, com ervas daninhas e erodidos, pois melhora a fertilidade do solo.

Fertilização

A cevada não requer uma grande quantidade de fertilização. De fato, se você der muito fertilizante, a planta produzirá mais vegetação e menos sementes. É uma boa ideia testar a sujeira do jardim antes de aplicar o fertilizante, especialmente porque essa planta não precisa de muitos nutrientes extras.

A cevada precisa apenas de uma pequena quantidade de potássio e fósforo – menos ainda que o nitrogênio. Se o solo for pobre, você pode fertilizar no início da estação. Entretanto, se você tiver uma base de jardim rica, ela será adequada para o cultivo dessa cultura.

Poda/Treinamento

A cevada não requer poda, mas você pode cortar a cultura para adiar a floração. Depois de remover a cabeça da semente, ela levará tempo para produzir outra, pois acabará crescendo outra. Se estiver cultivando-a como cultura de cobertura para incorporar nutrientes à terra, também será necessário cortar ou lavrá-la antes que as flores se desenvolvam para evitar que as sementes germinem e cresçam no solo posteriormente.

Propagação

A única maneira de cultivar cevada é a partir de sementes. Em climas do norte, semeie as sementes na primavera para uma colheita no outono. Caso contrário, em climas mais quentes, a cevada da primavera estará pronta a partir da cevada plantada no outono. A seção de plantio menciona mais sobre o cultivo da cevada e você pode encontrar sementes amplamente adaptadas à sua região.

A semente de cevada pode ser espalhada, mas certifique-se de que aproximadamente 1 polegada de solo cubra a semente ou os pássaros a comerão antes que ela tenha a chance de germinar. A semente de cevada germina rapidamente, geralmente em 3 a 5 dias.

Colheita e armazenamento

CULTIVANDO CEVADA

Quando as cabeças das sementes estiverem secas, é hora de colher. Esse processo pode ser demorado para o jardineiro doméstico, mas também pode ser muito divertido e não é um processo difícil.

Colheita

Quando o grão se solta facilmente da cabeça, ele está pronto para a colheita. Se você plantar uma variedade de cevada sem casca, a casca se soltará facilmente. Use um aparador manual ou uma foice para cortar os talos da base da planta. Enrole a cevada em bainhas, com as cabeças no topo, e coloque-as ao sol para secar por 7 a 10 dias. Quando estiverem adequadamente secas, corte a cabeça da semente de cada caule e coloque-as em uma fronha. Use um martelo macio para bater nas cabeças e liberar os grãos de cevada. Isso também é conhecido como debulha.

Armazenamento

Quando os grãos pequenos se separarem da palha, coloque-os em um recipiente hermético e armazene-os em um local fresco e seco por até 6 a 8 meses. Outra opção é colocá-los em sacos de congelamento e armazená-los no freezer; eles se conservarão por pelo menos um ano ou mais.

Solução de problemas

COLHENDO CEVADA

Como acontece com qualquer grão, pode haver preocupações crescentes e possíveis pragas e doenças propensas a afetar a cevada. Felizmente, a agricultura moderna produz muitas variedades resistentes.

Problemas de cultivo

A cevada (Hordeum vulgare) não é uma cultura difícil de cultivar, mas é preciso tomar cuidado para não regar em excesso, pois isso pode estimular o apodrecimento das raízes por fungos, o que fará com que as raízes se decomponham e proporcionará resultados mistos no crescimento da planta. Além disso, a chuva ou qualquer coisa que molhe as cabeças (como aspersores) quando estiver quase na hora da colheita pode fazer com que as sementes brotem. Observe a previsão do tempo na época da colheita e lembre-se de que não há necessidade de irrigar nessa época.

Pragas

Em comparação com outros grãos de cereais, a cevada produz alcaloides que detêm muitas pragas comuns de grãos, como larvas de lagarta-do-cartucho e pulgões. A maioria dos problemas de pragas ocorre no armazenamento em larga escala, mas uma praga comum observada durante a estação de crescimento são as lagartixas.

Os vermes são larvas de mariposa que voam à noite e comem os caules das plantas jovens. Sua cor varia do bronze ao cinza e têm manchas ou listras no dorso. A maioria tem menos de 5 cm de comprimento e se enrola em uma bola quando tocada. Eles dormem no solo durante o dia e se alimentam à noite. O melhor método para se livrar das lagartas é retirá-las da planta e deixá-las cair em água com sabão.

Evite a infestação de lagartas removendo os resíduos vegetais e as ervas daninhas onde os ovos são depositados. Uma opção de pesticida natural é o Bacillus thuringiensis (Bt), uma bactéria comum que mata os vermes.

Doenças

Doenças foliares, como a ferrugem da folha, podem afetar o crescimento vegetativo da planta da cevada. É uma doença fúngica causada pela Puccinia hordei que produz manchas circulares marrom-alaranjadas nas superfícies superiores das folhas. A infecção começa mais tarde na estação e geralmente quando há alta umidade e verões chuvosos.

Há cultivares resistentes a essa doença, mas se a cevada for afetada, um fungicida foliar orgânico pode ser aplicado ao primeiro sinal de infecção. Remova as plantas se a doença progredir para evitar que se espalhe para o restante da safra. Você também pode evitar a ferrugem fornecendo bastante espaço e fluxo de ar entre cada planta.

Perguntas frequentes

DÚVIDAS CEVADA

P: Para que é usada a planta da cevada?

R: A cevada cultivada é moída e transformada em farinha, usada como cereal ou é um bom complemento para sopas e ensopados. Muitas bebidas alcoólicas são feitas de cevada para malte, e a cevada germinada é considerada um superalimento.

P: Posso cultivar cevada em casa?

R: Sim, a cevada é uma ótima opção para jardineiros domésticos, pois uma área de 200 pés quadrados pode render até 40 libras de cevada. Canteiros elevados e recipientes grandes também são opções para o cultivo de cevada em casa.

P: Quanto tempo a cevada leva para crescer?

R: A cevada precisa de aproximadamente 50 a 90 dias para amadurecer, dependendo da variedade e da época do ano em que é plantada. A cevada da primavera é colhida mais cedo do que a plantada no outono.

P: Qual é a diferença entre trigo e cevada?

R: Embora ambos pertençam à família das gramíneas, o trigo é do gênero Triticum e a cevada, Hordeum. A cevada é mais fácil de cozinhar e comer em sua forma mais natural, como grão integral ou em forma de pérola. O trigo precisa ser moído, triturado ou quebrado, e a camada externa do farelo de trigo é removida antes de ser consumido.

Deixe um comentário