Plantar Pitangatuba: a única cereja estrela

Plantar Pitangatuba

Quer você a chame de cereja estrela, pitanga, cereja do Suriname ou pitangatuba, vale a pena plantar pitangatuba, essa delícia tropical. Nós o ajudaremos a cultivar a sua própria!

PLANTAR PITANGATUBA

A pitangatuba, nativa do Brasil, é um arbusto perene de baixa manutenção que produz frutos suculentos e deliciosos. Comumente chamada de cereja-estrela, a fruta amarela se assemelha à carambola e tem um caroço no meio, como a cereja comum. A fruta ácida é uma combinação de doce e azedo com toques de sabores de frutas tropicais como manga, maracujá e abacaxi. A cereja-estrela prospera no calor e requer invernos amenos. Felizmente, ela pode ser levada para dentro de casa para proteção durante o inverno, o que torna possível cultivá-la em praticamente qualquer lugar.

A pitangatuba pode ser cultivada como um arbusto ou uma pequena árvore. Seria uma excelente adição à paisagem comestível devido ao seu tamanho manejável, à atraente folhagem verde-escura, à resistência a doenças e pragas e aos frutos deliciosos. Ela pode ser cultivada em sol pleno ou parcial e pode ser cultivada em vasos ou no solo.

Dependendo do clima, a pitangatuba frutifica durante a maior parte do ano, com períodos de frutificação mais intensos na primavera e no verão. A fruta suculenta é extremamente delicada e estraga rapidamente após o amadurecimento, portanto, é quase impossível comprar uma fruta de qualidade. As frutas podem ser consumidas fora da planta ou usadas em sucos, smoothies, geleia/geleia e sorvete.

Essa planta pouco conhecida é incrivelmente versátil e fácil de cultivar, embora possa ser difícil encontrá-la em uma loja local. Há alguns varejistas on-line que podem enviar plantas ou sementes para sua casa.

Guia de cuidados rápidos

CUTIVAR PITANGA

Nomes comuns: Pitangatuba, Cereja estrela, Cereja do Suriname
Nome científico: Eugenia selloi (Eugenia neonitida)
Dias para a colheita: 3-4 semanas após a floração
Luz: Sol pleno a sol parcial
Água: Moderada a alta
Solo: bem drenado, com alto teor orgânico
Fertilizante: 2 a 3 vezes por ano usando um fertilizante balanceado
Pragas: Cochonilhas e lagartas
Doenças: Podridão da raiz e manchas nas folhas

Tudo sobre Pitangatuba

PLANTANDO PITANGATUBA

A Eugenia selloi (originalmente Eugenia neonitida) é conhecida como pitangatuba, pitanga e cereja-estrela. Ela é quase idêntica e frequentemente confundida com a Eugenia uniflora, a cereja do Suriname. O fruto da Eugenia uniflora é um pouco menor do que o da cereja-estrela e o fruto é vermelho quando totalmente maduro. Ambas as espécies são nativas do Brasil. O gênero Eugenia faz parte da família Myrtaceae ou Myrtle, juntamente com a goiaba, a pimenta da Jamaica e o eucalipto.

A Eugenia selloi é cultivada como um arbusto perene ou uma pequena árvore. As folhas verde-escuras são brilhantes, opostas e ovais com uma ponta pontiaguda. A pitangatuba pode crescer até 9 pés de altura, mas geralmente fica entre 4 e 6 pés de altura. As flores são brancas com quatro pétalas e o fruto é verde durante o desenvolvimento, tornando-se amarelo brilhante quando maduro. O fruto tem o tamanho aproximado de um damasco pequeno e a parte externa é semelhante a uma carambola com bordas menos definidas. A cereja-estrela tem uma polpa espessa, suculenta e comestível que envolve uma ou duas sementes grandes. A fruta é bastante ácida, mas fica mais doce à medida que amadurece.

As cerejas estreladas não são cultivadas comercialmente porque são extremamente delicadas e estragam depois de alguns dias. Por esse motivo, não foram estabelecidas cultivares específicas. As plantas são geralmente cultivadas a partir de sementes, portanto, há uma variedade de características de crescimento, tamanho e sabor dos frutos. A genética desempenha um papel importante na produção de frutos. Alguns arbustos produzem muitas flores, mas não dão muitos frutos.

A Eugenia selloi floresce e frutifica esporadicamente ao longo do ano, dependendo do clima. A primavera e o verão são as épocas de maior floração e os frutos levam de 3 a 4 semanas para amadurecer. A cerejeira-estrela é autofértil, mas produzirá mais frutos quando houver polinização cruzada. As plantas começarão a frutificar em 2 a 3 anos quando cultivadas a partir de sementes.

Plantar Pitangatuba

A cerejeira-estrela pode ser plantada em um vaso grande ou no solo. Uma boa drenagem é essencial para o crescimento de uma planta saudável. Se a drenagem for ruim, adicione matéria orgânica e plante em um canteiro elevado ou em um monte. Os arbustos geralmente são cultivados a partir de sementes, mas podem ser enxertados para reproduzir características específicas.

A melhor época para plantar é na primavera, quando as temperaturas são amenas. As cerejas-estrela são sensíveis ao frio, portanto, plante-as em um local quente e ensolarado. Se os verões forem excessivamente quentes, considere o plantio em um local com luz filtrada ou sombra parcial

Sempre aclimate as pitangatubas duas semanas antes de plantá-las sob sol pleno para evitar queimaduras nas folhas. As pitangatubas maduras precisarão de um vaso de pelo menos 15 galões. Ao plantar no solo, cave um buraco com o dobro do tamanho da raiz. Cubra e cubra o solo com cobertura morta para preservar a umidade e regular a temperatura.

Cuidados

As pitangatubas são extremamente fáceis de cuidar. Elas continuarão a crescer com o mínimo de esforço. Siga o guia abaixo para cultivar uma planta saudável e de alto rendimento.

Sol e temperatura

A cereja-estrela cresce bem em sol pleno ou parcial, recebendo pelo menos 6 horas de luz solar. A sombra da tarde ou o sol filtrado são melhores em áreas mais quentes que atingem consistentemente acima de 29°C ou mais durante o verão.

Elas são mais sensíveis a temperaturas frias e sofrem danos causados pelo frio quando as temperaturas caem um pouco abaixo de zero. Entretanto, elas se desenvolvem bem no calor do verão. Embora tenham melhor desempenho quando recebem alguma sombra quando as temperaturas sobem acima de 29°C, isso não é necessário.

Água e umidade

Mantenha o solo úmido, mas não excessivamente molhado. Permitir que o solo seque demais causará danos às raízes. Forneça água adicional durante a floração e a frutificação sem manter o solo constantemente saturado. Monitore os níveis de umidade durante o inverno e a estação chuvosa e reduza as irrigações quando necessário.

A irrigação por gotejamento e as mangueiras devem ser usadas para plantas no solo para evitar o escoamento. As plantas em um recipiente podem ser irrigadas por gotejamento ou manualmente com uma mangueira.

Solo

A cereja-estrela precisa de um solo bem drenado para se desenvolver. Elas podem sobreviver em um solo pobre em nutrientes, mas a taxa de crescimento e a produção de frutos serão afetadas. Para um crescimento ideal, mantenha o pH do solo entre 6,1 e 7,5 e incorpore bastante matéria orgânica.

Fertilização

Fertilize duas vezes por ano na primavera e no verão usando um fertilizante balanceado, como o 10-10-10. Siga o rótulo do fertilizante para obter as taxas e instruções.

Poda

Faça a poda de arbustos ou árvores no inverno para dar forma e remover galhos e ramos mortos. Se estiver cultivando a pitangatuba como uma árvore pequena, faça a poda dos galhos mais baixos para expor um tronco central. Em seguida, faça a poda para manter de 3 a 5 galhos principais. Escolha galhos fortes que não estejam se sobrepondo.

A pitangatuba não é caducifólia, portanto, não espere que o arbusto fique nu para fazer a poda. Os arbustos de pitangatuba são naturalmente pequenos, portanto a poda deve ser mínima. Os frutos velhos devem cair naturalmente. Sacudir a planta ajudará a derrubar os frutos velhos.

Propagação

O método mais comum de propagação é por meio de sementes. Encontrar sementes viáveis pode ser um desafio, pois elas não secam bem e não toleram armazenamento a frio. É melhor plantar as sementes dentro de 10 dias após a remoção do fruto. A germinação das sementes é lenta e pode levar cerca de 4 semanas.

O enxerto é uma opção para replicar características específicas. Como não há cultivares estabelecidas, há muita variabilidade nas características das plantas e dos frutos. As plantas mais antigas podem ser trabalhadas por cima usando a técnica de enxerto de fenda. Isso é particularmente útil se a planta não produzir muitos frutos ou se a qualidade dos frutos for ruim. As mudas jovens também podem ser enxertadas.

Colheita e armazenamento

COLHENDO PITANGA

As cerejas estreladas são extremamente fáceis de colher. Embora não se conservem bem frescas, há algumas opções para preservar a fruta para que não seja desperdiçada.

Colheita

Os frutos estão prontos para a colheita quando se tornam amarelos ou amarelo-alaranjados ou, no caso da E. uniflora, quando ficam totalmente vermelhos. As cerejas-estrela se desprenderão facilmente quando maduras. Não é necessário puxar ou arrancar a fruta. A fruta não está pronta se precisar ser forçada. Não colete frutas que tenham caído no chão, pois elas estarão danificadas e contaminadas. Lave as frutas com cuidado antes de comê-las.

Armazenamento

As cerejas estreladas duram apenas cerca de um dia ou alguns dias, se você tiver sorte. Elas devem ser consumidas ou usadas imediatamente após a colheita. Para armazenamento de longo prazo, as frutas podem ser congeladas ou conservadas como geleia ou compota. Os caroços precisam ser removidos antes do congelamento ou da conservação.

Solução de problemas

arbustos de pitangatuba

Os arbustos de pitangatuba são muito fáceis de cuidar. Quase não há problemas com doenças ou pragas. Embora os problemas de crescimento sejam raros, abaixo estão alguns problemas que você pode encontrar.

Problemas de cultivo

Alguns arbustos produzem muitas flores, mas poucos frutos. Isso provavelmente se deve à genética da planta. Ao cultivar a cerejeira-estrela a partir da semente, as características da planta não serão conhecidas até que ela atinja a maturidade. O arbusto pode ou não ser um bom produtor de frutos ou o sabor dos frutos pode não ser tão desejável. O topworking ou enxerto de uma pitangatuba de melhor qualidade em uma pitangatuba de baixo desempenho é uma excelente opção para trocar uma planta indesejada sem começar do zero.

A drenagem deficiente ou o excesso de água prejudicam o crescimento e causam uma planta insalubre em geral. O arbusto pode perder folhas e será menos frutífero. Melhorar a drenagem ou regar menos resolverá esse problema.

Pragas

As escamas macias e blindadas podem ser encontradas nos galhos e ramos de árvores e arbustos. Há várias espécies de escamas em uma variedade de cores que vão do amarelo ao marrom e ao preto. Os danos geralmente não são causados diretamente pela cochonilha. As cochonilhas excretam quantidades excessivas de melada, o que leva ao mofo fuliginoso. O mofo fuliginoso cobre a folhagem, o que inibe a fotossíntese e leva à queda das folhas. As cochonilhas geralmente são controladas por predadores e parasitas naturais. Se o tratamento for necessário, os sprays de óleo são eficazes.

As lagartas podem ser encontradas nas folhas, causando marcas de mastigação e folhas distorcidas ou enroladas. Os danos não devem ter um efeito significativo na pitangatuba. As lagartas podem ser removidas fisicamente ou tratadas quimicamente com um pesticida orgânico, como Bacillus thuringiensis (Bt) e Spinosad. É altamente improvável que a aplicação de produtos químicos seja necessária.

Doenças

As doenças de podridão da raiz são incomuns, mas podem ocorrer quando as plantas são regadas em excesso ou quando a drenagem é ruim. Os sinais de podridão da raiz incluem folhas verde-claras a amarelas e queda de folhas. Não é necessário tratamento. Evite o excesso de água e plante em um local que não fique inundado ou saturado.

Manchas nas folhas podem ocorrer durante a estação chuvosa. Os danos geralmente são mínimos e não é necessário tratamento. Os danos podem ser removidos por meio de poda.

Perguntas frequentes

CEREJA ESTRELADA

P: Qual é o sabor da cereja estrelada?

R: As cerejas estreladas têm um sabor azedo tropical exclusivo. O sabor é frequentemente comparado ao da manga, do abacaxi e do maracujá.

P: As cerejas do Suriname são venenosas para os cães?

R: As cerejas do Suriname não são venenosas para os cães, mas as sementes podem causar diarreia em cães quando dadas aos frutos inteiros.

Deixe um comentário